Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/1508
Título: AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA POPULAÇÃO DE MINEIROS FRENTE AO CONHECIMENTO DA LEI DE CRIMES AMBIENTAIS, TRÁFICO E O COMERCIO ILEGAL DA FAUNA SILVESTRE
Autor(es): SOMENZARI, Diogo de Souza
SILVA, Gabriel Eliseu
Palavras-chave: Tráfico
Animais Silvestre
Percepção
População
Data do documento: 23-Jan-2019
Resumo: Mineiros cidade situado no interior de Goiás com uma grande diversidade de animais e plantas sofre com problemas de redução de habitat e o comercio ilegal de animais silvestres. A captura e venda de animais silvestres e seus subprodutos não seguem sempre o mesmo destino e nem se concentram em um único local: com vários destinos. Leis que regulamentam esse tipo de crime foram criadas no Brasil no ano de 1967. Muitas vezes o comercio é sustentado por problemas culturais, falta de opção econômicas e lucro fácil. Uma rede criminosa com flexibilidades e adaptabilidades. O objetivo deste trabalho foi avaliar as perspectivas ambientais da população de mineiros frentes ao conhecimento da leis de crimes ambientais, trafico e o comercio ilegal da fauna silvestre. Foram realizadas entrevistas aleatórias com jovens, adultos e idosos para saber qual era a visão de cada um sobre a exploração e o tráfico de animais. Dos jovens entrevistados a maioria não sabem sobre o assunto assim como os adultos e os idosos, com perspectivas variadas sobre o assunto, mostrando que o a falta de divulgação e incentivos governamentais de educação esse tipo de crime além de aumentar com o passar dos anos e desconhecido pela população.
URI: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/1508
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
978911375-1933_Diogo_Somenzari_De_Souza_tcc_final_13447_250661444.pdf154,6 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.