Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/1850
Título: CRIMINALIDADE A PARTIR DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO
Autor(es): FERREIRA, Rafael Leite
PANATIERI, Cristiane Bianco
Palavras-chave: Estatuto do Desarmamento
Mortes Por Armas De Fogo
Lei nº10.826
Desarmamento Civil
Data do documento: 22-Abr-2019
Resumo: Uma vez que o Estado não tem conseguido garantir com efetividade a segurança da população, bem como os índices de violência vem aumentando cada dia mais e mais, muitos começam a discutir a eficácia da Lei nº10.826/03, conhecida como Estatuto do Desarmamento. Neste sentido, este trabalho tem por objetivo analisar as opiniões formadas favoráveis e contrárias ao Estatuto do Desarmamento, bem como, apresentar estudos que revelam os resultados obtidos em países que enveredaram pelo caminho do desarmamento civil. Contudo, é válido lembrar que, embora, o Estatuto esteja em vigor desde dezembro de 2003, e seu objetivo seja tirar armas de fogo das mãos de civis, a verdade é que mortes por armas de fogo ainda são uma das principais causas de mortes no Brasil. Outro fator que merece destaque é o alto número de armas de fogo nas mãos de civis, 15 milhões, sendo que dessas, cerca de 8 milhões não estão registradas, isto é, as armas continuam nas mãos de civis, porem, estão nas mãos erradas, nas mãos daqueles que querem utiliza-las para cometerem crimes.
URI: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/1850
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
971885181-585_Rafael_Leite_Ferreira_Depósito_Final_13447_1463817845.pdf267,73 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.