Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/2077
Título: O ACESSO DO ADVOGADO AOS AUTOS DO INQUÉRITO POLICIAL E A INCIDÊNCIA DO PRINCÍPIO CONSTITUCIONAL DO CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA
Autor(es): MORAES, João Vitor Oliveira de
PEREIRA, Jacó Santos
Palavras-chave: Inquérito policial. Contraditório e ampla defesa. Acesso do advogado.
Data do documento: 8-Jul-2019
Resumo: Trata-se de um estudo de revisão da literatura sobre o princípio do contraditório e da ampla defesa e o direito ao acesso do advogado no inquérito policial. A interpretação extensiva do texto constitucional tem ocasionado alguns desacordos entre as doutrinas brasileiras no que se refere a esses temas. O objetivo geral desta pesquisa é discutir a aplicabilidade do princípio do contraditório e da ampla defesa e o direito de acesso aos autos por parte dos advogados. A metodologia de pesquisa utilizada foi a revisão bibliográfica. A modo de conclusão percebeu-se que garantia constitucional do contraditório e da ampla defesa comumente não é observada do Brasil quando se trata do momento do inquérito policial. A doutrina entende que por ter caráter inquisitivo, o inquérito policial não permite a presença do acusado na fase investigatória.
URI: http://dspace.pm.go.gov.br:8080/pmgo//handle/123456789/2077
Aparece nas coleções:Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
971580147-1255_joão_vitor_Oliveira_De_Moraes_parte_final_13447_664851169.pdf276,81 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.